O menino da autoestima

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino que tinha uma linda autoestima! Gostava de si, gostava do seu jeito alegre de ser e de conversar com as pessoas.
O menino quando se olhava no espelho via uma pessoa feliz, bonita e saudável. Era ele aquele menino do espelho! Sabia que era o mais belo de todos os meninos!
Quando o menino da autoestima recebia uma crítica não ficava aborrecido, não abaixava a cabeça e nem entristecia, simplesmente sorria e continuava o seu andar com os passinhos apressados.
Aquele menino dos olhos trocados, narigudo e de cabelos vermelhos se amava por dentro e por fora. Nem ligava quando as pessoas diziam que era feio, pois aprendera com a vovó a se amar do jeito que era, ou seja, aprendera que ter autoestima era uma coisa boa para o seu crescimento emocional.
O menino dizia a todos que quem tem autoestima é mais feliz, porque aprende a se amar e respeita os seus sentimentos e emoções. Diziam que ele era chorão. E daí? Chorar, às vezes, é bom para aliviar a dor. Não importa muito o que as pessoas nos dizem, mas o que pensamos sobre nós.
É preciso gostar da gente, comentava o menino. Gostar dos nossos defeitos, também, pois com eles aprendemos a ser melhores.

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que é autoestima?

2 – Por que a autoestima é importante?

3 – O que acontece com quem tem autoestima?

4 – O que acontece quando perdemos a autoestima?

5 – Por que a autoestima nos completa?

Desenhe você curtindo a sua autoestima.

Inteligência emocional - Material didático para crianças