O menino que tinha medo do escuro

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino que tinha medo do escuro. Quando a mamãe desligava a luz do quarto, o menino ficava a ver monstros e dragões, tremia-se de assustado.
Certo dia, apareceu um vaga-lume no quarto do menino e lhe disse que não tivesse medo, pois estaria com ele sempre que pudesse e que o escuro serve para nos acalmar e nos fazer dormir mais tranquilos.
O menino ficou feliz ao ver o vaga-lume, mas não compreendeu bem o que ele disse e perguntou

– Vaga-lume, como faço para não ter medo do escuro?
– Simples! Feche os olhinhos e pense em coisas boas. Pense no rio, nas montanhas, nas árvores e olhe pra dentro de você.
– Não sei se conseguirei! É muito fácil para você falar isso porque não sente o mesmo que eu.
– Menino, temos que enfrentar os nossos medos. Quando eu era criança também tinha medo do escuro igual a você.
– E o que fez para acabar com o medo?
– Eu fechava os olhos e conversava com as minhas lembranças.
– E como se conversa com as lembranças?
– Cada coisa que a gente vai lembrando pergunta onde ela está, o que faz agora, como se sente… essas coisas.
– Não sei se funcionará comigo! Tenho muito medo do escuro.
– Então, peça para a sua mamãe deixar um abajur ligado. Não vai gastar muita energia e você ficará com um pouco de claridade no seu quarto.
– Boa ideia, vaga-lume! Vou pedir de presente um abajur no meu aniversário.
– Enquanto isso vou iluminando as suas noites.
– Muito obrigada, amigo! Você é legal!

O menino ficou todo contente com a ideia do vaga-lume. E com a pequena luzinha que iluminava o seu rosto, fechou os olhos e adormeceu.

Exercícios para reflexão.

1 – O que é o medo?

2 – Por que temos medo?

3 – Como surge o medo?

4 – O que acontece conosco quando temos medo?

5 – Por que algumas pessoas têm medo do escuro?

Desenhe você vencendo o medo.

Inteligência emocional - Material didático para crianças