19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Os quereres do menino

Os quereres do menino O que queria o menino Não sabia do seu querer Um dia era uma coisa No outro mudava de ser. O menino tinha quereres Bastantes diferentes Eram quereres de ser Passarinhos contentes. O que queria o menino Era ser um passarinho Ou um besouro de rio Ser poeira de redemoinho.  Rosângela...

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Menino preguiçoso

Menino preguiçoso O menino preguiçoso Até para falar era lento As palavrinhas devagar Eram levadas pelo vento. O menino preguiçoso Não ajudava a ninguém Não arrumava a cama Nem dizia tudo bem. O menino preguiçoso Os sapatos largava Era preciso a mamãe Que tudo guardava.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Da autonomia

Da autonomia O menino tinha autonomia Sobre aquilo que fazia Era bastante responsável Usava a sabedoria. A autonomia é importante Para tomarmos decisões Sobre as coisas da vida E nas muitas reuniões. O menino era independente Nos seus pensamentos Pois a autonomia o ajudava A não ter arrependimentos. Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Da tristeza

Da tristeza   O menino da tristeza Saía da sua casa Para alegria buscar Na nuvem rasa.   O menino triste Não sabia Como esconder A lágrima que caía.   De uma tristeza O menino vivia Mas a sua procura Da alegria não dormia.   Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Os porquês do menino

Os porquês do menino Havia um menino Que muito perguntava Por que isso é assim De tudo duvidava. Os porquês do menino A todos intrigava Fazia muitas perguntas As coisas examinava. O menino queria saber Se tinha planta no céu Seus porquês infinitos Usavam um chapéu.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Navegar

Navegar O menino navegou Para dentro de si Foi respostas buscar Que não achou aqui. O menino a navegar Um pouco se conheceu Descobriu que sozinho A dúvida não venceu. O menino navegou Nas suas profundezas Naufragados barquinhos Cheios de incertezas.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Meu amado papai

Meu amado papai   O meu amado papai Vai cedo trabalhar Nunca descansa Não pode parar.   O meu amado papai Sem tempo para brincar Vive correndo Nem vê o dia passar.   O meu amado papai À noite está cansado Me dá um beijo Meio apressado.   Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

O papai do menino

O papai do menino O papai do menino Calçava um sapato E uma meia furada No porta-retrato. O papai do menino Cedo acordava Para ir trabalhar Café rápido tomava. O papai do menino Com ele brincava Ao voltar do trabalho Quando descansava.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Da mentira

Da mentira   O menino não gostava De mentiras inventar Era bastante chato Mentir para se salvar.   É vício mentir A mentira tem As pernas curtas Não nos faz bem.   Foi um dia no brincar Uma menina mentiu Com um sorriso O menino logo viu.   Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Menino terno

Menino terno O menino terno Fazia um favor Dizia obrigado Falava de amor. O menino terno Nas nuvens andava Pezinhos de algodão Sobre flores falava. O menino terno Era só carinho Que demonstrava Ao leve ventinho.  Rosângela Trajano