O menino zangado

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino que ficava zangado por qualquer coisa. Se alguém não fizesse o que ele queria logo ficava zangado. Daqueles meninos que xingam os outros e saem derrubando tudo o que encontra pela frente.
Até que um dia, o menino encontrou um outro que era tranquilo e não se aborrecia com quase nada.
Esse menino tranquilo disse para o menino zangado
– Quando a gente fica zangado o nosso corpo sofre bastante.
– Como assim?
– O seu coração fica cheio de raiva e o corpo trêmulo. A gente só tem vontade de sair brigando com todo mundo.
– Isso é verdade! Eu sou assim.
– O melhor é nunca se zangar com ninguém. Se por acaso alguém lhe fizer um mal não revide. Deixe pra lá.
– Mas tem horas que as pessoas nos tiram do sério?
– Você se zanga rápido demais. Tenha calma. Se zangar faz mal à saúde. Procure se controlar quando alguém pisar no seu pé, comer o seu lanche escondido ou não lhe ouvir. Procure pensar que as pessoas também têm problemas e que o mundo precisa de paz.
– Vou pensar no que está me falando. Quem sabe assim me zango menos com as pessoas.
O menino zangado começou a refletir sobre o que disse o menino tranquilo e a partir daquele dia quando se zangava com alguém não revidava, não dizia nada, não quebrava nada e nem gritava com ninguém, simplesmente tirava as calças e pisava em cima.

Exercícios para o bom pensar.

1 – Como é uma pessoa zangada?

2 – Por que nos zangamos?

3 – O que acontece com os outros quando estamos zangados?

4 – Por que se zangar faz mal à saúde?

5 – O que ocorre dentro de nós quando ficamos muito zangados?

Desenhe uma pessoa zangada.

Quinto ano