O menino contente

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino contente. Sorria por tudo. Era feliz com o que tinha. Gostava do seu jeito de ser. Amava os avós, pais e amiguinhos. Amava o seu cachorro pulguento o gato que só sabia miar.
O menino contente tinha dificuldades de aprendizagem, mas isso não tirava a sua alegria. Por mais que se esforçasse para aprender a ler e escrever não conseguia se sair bem nas provas como os seus demais amigos. A professora tinha paciência com ele e isso o animava mais ainda, pois dificuldades todos temos.
O menino contente não conseguia aprender as consoantes e nem a fazer continhas, seu nome ainda não sabia escrever, mas um dia aprenderia, dizia a professora.
E toda a sua alegria chegou no dia em que conseguiu soletrar a palavra v-a-c-a. Abriu um sorriso de um canto ao outro da boca. Foi para casa cantarolando. Era um dia para comemorar a sua vitória.
A gente tem que ser contente nas perdas e conquistas, dizia o menino. É difícil ter um problema e continuar contente, mas quantas pessoas não têm problemas maiores do que o meu? Pensava o menino, sorrindo.

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que significa ser contente?

2 – Por que é importante sermos contentes?

3 – Por que devemos superar os problemas sempre sorrindo?

4 – É fácil enfrentar os nossos problemas? Se não, responda o motivo.

5 – Como podemos ser sempre contentes?

Desenhe você contente diante de um problema seu.

Terceiro ano