O menino que fazia flozô

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino cheio de manhas, que não queria fazer nada, ficava o tempo inteiro deitado na rede. A mãe dizia que ele fazia flozô e que não era bom aquilo. Mas, o menino nem ligava e continuava deitado a olhar os pássaros cantando.
O menino do flozô sabia que não podia ficar o tempo todo daquele jeito, pois precisava ir à escola e ajudar o papai com as tarefas da casa. Porém, ficar de flozô era uma coisa tão boa!
Ninguém sabia de onde a mãe tinha tirado aquela palavra esquisita, flozô. E o menino flozeava dia e noite no balanço da sua rede. Para ele flozear era uma maravilha!

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que é flozô?

2 – Por que o flozô não é bom?

3 – O que acontece quando ficamos muito tempo de flozô?

4 – Por que, às vezes, sentimos flozô?

5 – Como o flozô entra na gente?

Desenhe alguém de flozô.

Quarto ano