O menino e o etnocentrismo

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino que gostava de ler bastante. Um dia, ele pegou um livro e encontrou uma nova palavra “etnocentrismo”. Ficou curioso com aquela palavra e foi perguntar ao papai o que ela significava.
O papai buscou o dicionário e junto com o menino procuraram pela palavra. Lá estava ela no meio da letra “E”. Etnocentrismo quer dizer aquele que considera o seu grupo étnico, nação ou nacionalidade mais importante do que as demais.
O menino ficou espantando. E perguntou ao papai
– E tem gente que se acha mais importante do que as outras?
– Muitas pessoas, meu filho. O etnocentrismo está por todas as partes. É preciso ter cuidado para não praticá-lo.
– Puxa, papai! Que coisa triste! Eu acho que todos somos iguais. Que ninguém é melhor do que o outro.
– Como ocorre o etnocentrismo?
– Geralmente por pessoas de países mais desenvolvidos que os outros querem ser melhores. Também ocorre entre grupos étnicos que querem ser melhores que outros. Assim como os brancos contra os negros, os índios contra os brancos. Fico me perguntando como é que o etnocentrismo machuca as pessoas todos os dias, filho. Isso é muito sério. É tanta coisa que acontece nesse mundo, meu filho que devemos evitar. Como é que as pessoas podem ter raiva uma das outras?
– Como podemos evitar o etnocentrismo, papai?
– Ensinando às pessoas, como você mesmo falou, que todos somos iguais.
Pois eu vou conversar com os meus amiguinhos e dizer tudo isso para eles e vou falar, também, dessa palavra esquisita que tem aqui no meu livro de histórias.
– Olha, pai, a história termina dizendo que todas as pessoas descobriram que eram iguais e foram felizes para sempre! Tá vendo só? Eu bem que disse isso!
O menino deu um sorriso e pulou no pescoço do pai, abraçando-o.

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que você acha do etnocentrismo?

2 – Por que o etnocentrismo não é bom?

3 – O que o etnocentrismo pode causar nos indivíduos?

4 – Por que algumas pessoas se acham superiores que as outras?

5 – O que nos torna humildes diante do Universo?

Desenhe o que você acha sobre o etnocentrismo.

Nono ano