O menino e a erva daninha

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino que fazia coisas erradas e desrespeitava as vontades de seus pais. Um menino que arrancava as plantas do jardim da mãe. pisava na grama verde e atirava pedras nos passarinhos.
Certo dia, a professora chamou o menino para conversar depois dele ter jogado uma bolinha de papel nas suas costas.
– Meu querido, você tem uma erva daninha dentro de si.
– Erva daninha? O que é isso, professora?
– É quando a gente tem algo que nos incentiva a fazer o mal. É como se fosse uma planta danosa.
– E como eu faço para arrancar essa erva daninha de dentro de mim? Estou cansado de ser um menino mau.
– Muito fácil! A gente arranca agora começando por um abraço seu em mim.
O menino abraçou a professora e sentiu como se algo tivesse saído de dentro de si. Algo que tinha raiz e cheirava a mofo.
– Não quero mais uma erva daninha dentro de mim, professora. Como faço para ela não nascer mais?
– Pratique a caridade e o amor ao próximo e nunca mais ela nascerá dentro de você.
O menino foi para o recreio todo feliz sentindo que dentro dele havia algo especial que fora colocado pela professora e se chamava amor.

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que é uma erva daninha?

2 – Como nascem na gente as ervas daninhas?

3 – Que mal pode nos fazer uma erva daninha?

4 – Como arrancamos as ervas daninhas de dentro da gente?

5 – Por que é importante praticar a caridade e o amor ao próximo?

Desenhe você arrancando a erva daninha de dentro de si.

Quinto ano