Por uma educação de qualidade

Por uma educação de qualidade

Rosângela Trajano

A educação no nosso país está necessitando de um novo olhar por parte dos governantes e autoridades. Temos visto muitas escolas sucateadas, falta merenda, falta estrutura física adequada para os alunos sentirem-se bem e para os professores poderem ensinar com qualidade. É preciso que sejam tomadas medidas urgentes para sanar o problema da nossa educação. Não adianta construirmos mais escolas se não melhorarmos as que temos, por isso faz-se necessário uma reforma na educação como um todo.

Os lugares onde as escolas são mais sucateadas e têm mais problemas são nas pequenas cidades do nosso país, pois os prefeitos não investem nos prédios públicos e, na maior parte das vezes, os professores vão a pé para a escola e os alunos ainda andam em paus de arara. Nessas escolas da zona rural falta quase tudo, principalmente bibliotecas com material de apoio aos estudantes. Isso não quer dizer que nas grandes cidades também não tenhamos escolas praticamente abandonados pelos governos, em algumas falta segurança para alunos e professores.

Ademais, os professores são ameaçados todos os dias por alunos que vão à escola apenas perturbar, brincar e até mesmo vandalizar. Os pais não estão conseguindo educar os seus filhos em casa e mandam para a escola na busca de que os professores eduquem e ensinem. Tarefa difícil para um professor, pois ele tem que cumprir com as horas da grade curricular e não pode perder tempo com alunos que não querem nada com a vida.

Outrossim, algumas escolas não têm sequer janelas e faltam ventiladores para esfriar as salas de aulas que são superlotadas. Os alunos da educação infantil, criancinhas ainda, são os que mais sofrem com o calor. A situação da nossa educação é dramática. Também há escolas que não têm parquinhos ou quadras poliesportivas, sequer têm pátios para os alunos brincarem ou correrem na hora do intervalo.

Dessa maneira, perguntamos às autoridades: como oferecer um ensino de qualidade se nos falta o básico? Se, muitas vezes, o professor tem que comprar o giz para escrever no quadro-negro. Há escolas que não dispõem de dicionários ou enciclopédias para os alunos fazerem as suas pesquisas. Em outras há até computadores, mas quebrados e abandonados em salas escuras. É triste a situação da nossa educação.

Portanto, pensamos que a solução para esse problema seria o governo junto com as autoridades educacionais investirem mais na reforma das escolas com salas de aulas mais ventiladas, parquinhos para os alunos brincarem, quadras poliesportivas, construção de bibliotecas e salas com computadores ligados a Internet, oferecendo assim o mínimo de conforto aos alunos e professores.

 

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que você acha da educação brasileira?

2 – Por que algumas escolas estão sucateadas?

3 – Como você vê a sua escola?

4 – O que você proporia para melhorar o ensino-aprendizagem nas escolas brasileiras?

5 – Qual a importância de uma boa educação para um país?

 

Disserte em, no mínimo, 10 linhas sobre a importância da participação da família na escola.