19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Menino do domingo

Menino do domingo O menino do domingo Contente brincava Com os amiguinhos Muita bola jogava. O menino do domingo A camisa tirou Estava calor O rosto molhou. O menino do domingo Quando o sol surgia Para a rua corria Atrás de alegria. Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Menina lavadeira

Menina lavadeira A menina lavava a roupa E as ideias também Lavava tudo o que via Até o seu brinquedo trem. A menina lavadeira Lavava a poesia Com versos azuis De um certo dia. A menina lavava a camisa Cantarolando feliz Pendurava no varal Que desenhava com giz.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

São Francisco

São Francisco Meu São Francisco querido Rogo pelos animais Pela saúde do meu gatinho Que faz cocô em jornais. Meu São Francisco querido Ajude o meu bichinho A nunca ficar doente Cuide do pássaro no ninho. Meu São Francisco querido Trago o meu cachorrinho Neste dia abençoado Para receber o seu carinho.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Uma menina triste

Uma menina triste Uma menina triste Veio comigo conversar Falou das suas dores E do seu jeito de amar. Uma menina triste Que não entende As pessoas do mundo E, às vezes, se arrepende. Uma menina triste Lágrimas derramou Conversando de si Que Deus enxugou.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Menina da lagartixa

Menina da lagartixa A menina era amiga Da lagartixa exibida Que subia nas paredes De saia comprida. Um dia mataram A lagartixa da menina Que muito chorou Até ficar com a voz fina. A menina pensou Como ficaria Sem a lagartixa E a sua alegria.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Pequeno habitante

Pequeno habitante O pequeno habitante Certo dia apareceu No meio do nada Uma queda sofreu. Veio de longe De um pequeno lugar Com nome esquisito Onde há flores a sonhar. O pequeno habitante Que nunca viu o mar Ficou deslumbrado Com a rede de pescar.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Doando amor

Doando amor O menino saiu de casa Com roupas na mochila E comidas numa sacola Seguiu caminho para a vila. Era uma hora avançada Muita gente já dormia Pelas calçadas das ruas Não se via uma alegria. O menino doou roupas Agasalhos e cobertores Deu pão a quem tinha fome E amor aos que sentiam...

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Menino do apelido

Menino do apelido O menino tinha um apelido Que não muito combinava Com o seu jeitinho meigo De quem bastante amava. Colocaram esse apelido Na rua da praça Disseram que ele era Um sujinho sem graça. O menino ficou tristonho Ser chamado de Sujinho Não combinava com ele Que era bem limpinho.   Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Amazônia diversa

Amazônia diversa Suas espécies são belas A flora que desabrocha Nas manhãs de primavera Em cima de uma rocha. Uma espécie diferente O biólogo reconhece Sempre que vai visitar A Amazônia que só cresce. A Amazônia e seus bichos Com fauna surpreendente Besouro desconhecido Que lá vive contente.  Rosângela Trajano

19 nov201919 de novembro de 2019
Post

Menino frágil

Menino frágil O menino frágil Não sabia amar Seus laços fracos Se perdiam no falar. O menino frágil Tinha amizades Frágeis também De poucas verdades. O menino frágil Fácil se quebrava Parecia um cristal Com tudo chorava.  Rosângela Trajano