Menino da vizinhança

O menino da vizinhança
Fez ontem um rebuliço
Era já tarde da noite
Menino, pare com isso.

O menino da vizinhança
Gritou e esperneou
Não se sabia o que era
Bem muito chorou.

O menino da vizinhança
Do remédio reclamou
Uma simples pomadinha
No seu corpo a mãe passou.

Rosângela Trajano

Poesias para Crianças