O menino dos vazios

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino que sentia vazios dentro de si. Ficava horas no espelho se tocando, mas não encontrava nada de estranho. Não sabia por que aquela sensação de vazios que encontrava no seu corpo, parecia que tinham arrancado metade sua, uma coisa diferente.
Tudo aconteceu depois da morte do seu cãozinho. Ficou triste e começou a sentir esses vazios no corpo e na alma. Era como se alguém arrancasse todos os dias um pedaço do seu corpo, mas que ninguém via, nem ele mesmo, apenas sentia falta.
Certa manhã, acordou e não sentiu os pés, mas estavam ali e podia vê-los e mexer com eles. Também sentiu um vazio enorme na alma. Até parecia que alguém tinha cavado um buraco profundo dentro dela. E quanto mais o menino lembrava do seu cãozinho, mais os vazios aumentavam. Ele não sabia como lidar com aquela situação, acho que ninguém sabe lidar com a saudade e os vazios criados por ela.

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que é o vazio?

2 – Como nascem os vazios dentro da gente?

3 – De que forma os vazios nos corrompe?

4 – Por que não enxergamos os vazios?

5 – Como superar os nossos vazios?

Desenhe você e os seus vazios, conforme o menino do texto.

Quarto ano