O menino incompreendido

Rosângela Trajano

Era uma vez um menino incompreendido pelos familiares. Queria muito fazer escolhas, sair para brincar com os amigos no campinho de futebol, opinar sobre os problemas da sociedade, mas ninguém o ouvia. Diziam que ele fazia muito barulho sem nem abrir a boca.
O menino ficava quieto no seu canto a brincar com o gato, porém sempre que ouvia alguém fazer uma pergunta tinha resposta para essa pessoa, só que nunca era ouvido. As pessoas grandes têm mania de achar que as crianças não sabem de nada quando, na verdade, são elas que não sabem. O menino ficava tristonho, às vezes, e saía para o jardim.
Ser incompreendido em casa era uma coisa desagradável para aquele menino inteligente e com ideias nos pés e na cabeça. Quando começava a conversar não queria parar mais, falava de tudo, pois lia muito. Contudo, diziam que ele incomodava com as suas conversas chatas e o menino se calava. Até o dia em que silenciou-se de uma vez por todas.
Mesmo em silêncio o menino era incompreendido pelos adultos que pensavam estar ele doente. Sim, parecia doente, mas era de raiva. Não poder falar ou perguntar era uma coisa que o menino não gostava. A incompreensão dos adultos o machucava.
Os seus pais nunca o deixavam fazer as coisas que gostava e também nunca permitiam que ele fosse dormir sem tomar banho. Diziam que eram as normas da casa, mas o menino questionava as coisas como elas eram e queria saber o motivo de algumas delas serem tão esquisitas para ele. Ninguém o compreendia. Algumas vezes ficou de castigo com as suas perguntas, noutras perdeu o brinquedo favorito.
As crianças incompreendidas sofrem bastante diante dos seus pais e familiares, porque ninguém as ouve e guardam angústias na alma, lá dentro delas, naquele lugar onde ficam guardadas as tristezas e saudades.

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que é a incompreensão?

2 – Por que é ruim ser incompreendido?

3 – O que podemos fazer para sermos compreendidos pelos adultos?

4 – Por que é importante ser compreendido pelos adultos?

5 – O que acontece quando os adultos não nos compreendem?

Desenhe um menino sendo incompreendido pelos seus pais.

Nono ano