A menina dos direitos humanos

Rosângela Trajano

Era uma vez uma menina que lutava pelos direitos humanos.

Direito é uma coisa que a gente conquista por lei ou por costumes.

A menina dizia que todo ser humano tem os seus direitos.

Não importa se é gente boa ou ruim. O que importa é ser uma pessoa, um ser humano.

Todo mundo tem os seus direitos garantidos por lei, dizia a menina.

Logo, ninguém pode ser machucado por outra pessoa.

Nem por palavras e nem por pancadas. Nada justifica um machucado seja ele no corpo ou na alma.

A menina lutava pelos direitos da sua gente que não conhecia e nem sabia o que era um direito. Ela falava que um direito é uma conquista e o ser humano conquistou o seu direito de viver dignamente aqui na terra.

Parecia uma luta difícil a da menina, mas ela nunca desistiu.

É que muitos humanos tratam os outros com desdém, pisa, xinga, ofende, magoa e fere com pancadas. Isso não pode! Isso não é permitido!, gritava a menina.

Como se os outros fossem um caju ou coisa nenhuma.

E esquecem que os direitos humanos são para todos: azuis ou verdes, quadrados ou retangulares, mas humanos sempre.

Exercícios para o bom pensar.

1 – O que são os direitos humanos?

2 – Qual documento trata dos direitos humanos?

3 – Por que os direitos humanos são importantes?

4 – Por que não podemos machucar as pessoas?

5 – Como nos sentimos quando somos machucados?

6 – Por que devemos respeitar os direitos das pessoas?

7 – Há direitos para todos? Por quê?

8 – No nosso país os direitos humanos são respeitados?

9 – O que devemos fazer quando nos tiram os nossos direitos?

10 – Onde dói na gente uma ofensa?

Escreva um pequeno texto falando sobre os direitos humanos no lugar onde mora.

 

Material didático de sociologia para crianças